Custo da mão de obra dispara e construir ou reformar fica mais caro

Construir ou reformar está mais caro.

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas aponta que os preços aumentaram, em média, 3,23 por cento, nos últimos 12 meses.

A alta foi puxada principalmente pela mão de obra, que ficou seis por cento mais cara.

Já que os materiais e equipamentos subiram 0,85 por cento, bem menos que a inflação.

Só no mês de janeiro, a média de custos no setor da construção civil cresceu 0,23 por cento, na comparação com dezembro.

Nesse caso, os aumentos de preço que mais pesaram foram os de: condutores elétricos, ferreiro, encarregado, pedreiro e bombeiro.

Enquanto ficaram mais baratos, por exemplo: tubos e conexões de PVC, vergalhões de aço, placas cerâmicas para revestimentos e esquadrias de ferro.

Autor:

Publicado em:

05/02/2024

Compartilhe:

Notícias Recentes:

Increva-se

Receba as últimas notícias, eventos e ofertas especiais diretamente em sua caixa de entrada.​